Como chegar ao Machu Picchu? Do mais barato ao mais caro!

Dicas

Como chegar ao Machu Picchu? Do mais barato ao mais caro!

Dicas

por Eduardo Guollo de Melo — Postado em 07 de Dec de 2015

Neste post vamos falar todas as opções que encontramos para chegar lá, por conta, sem comprar pacotes turísticos e diferentes níveis de dificuldades, para os mais cômodos até os mais aventureiros, ou para os que podem gastar, ou os que precisam economizar.

 

O Machu Picchu é uma das 7 maravilhas do mundo moderno e é um destino muito procurado pelos turistas do mundo todo. O acesso ao povoado de Aguas Calientes ou Machu Picchu Pueblo é bem limitado já que não há estradas que ligam a esta pequena cidade, e por isto, as opções são poucas e acabam ficando bem caras.

O nosso roteiro é baseado saindo de Cusco e nós fizemos diversas pesquisas antes de tomar nossa decisão, e encontramos diferentes itinerários para chegar ao MP. Vamos mostrar as 3 opções (nível fácil, intermediário, difícil), e a que fizemos.

FÁCIL

A maneira mais fácil e cômoda de Cusco a Machu Picchu é contratar um pacote turístico, é claro, que tenha ida e volta de trem, partindo de Urubamba ou Ollantaytambo. Mas, como também pesquisamos por conta, o trajeto de ida e volta terá as seguintes despesas:

- IDA de Cusco a Urubamba: ônibus ou van com custo entre 5 a 10 soles.

- IDA de Urubamba a Machu Picchu (Aguas Calientes): o trem mais barato que encontramos foi U$48, porém a média varia de U$60 a U$80.

- IDA de Aguas Calientes até a entrada do Machu Picchu: o ônibus custa U$12 o trecho, e podes pegar só de ida ou ida + volta.

- VOLTA para Aguas Calientes: mais U$12 caso não queira descer a pé.

- VOLTA para Urubamba: o custo do trem vai variar novamente de U$60 a US$80.

- VOLTA para Cusco: o custo do ônibus ou van vai variar de 5 a 10 soles.

MÉDIA TOTAL: U$170 dólares ou 571,2 soles (considerando cambio a 3,36).

Trem da Peru Rail.

INTERMEDIÁRIO

Bem, outra opção um pouco mais barata é evitar o trem, porém isto não evita uma caminhada de 2hrs a 3hrs pelos trilhos de trem da Hidroelétrica até Machu Picchu, tanto para ir, quanto para voltar. O trajeto de Cusco a Hidroelétrica é de 7 horas de van, em estradas cheias de curvas entre as montanhas, quase uma estrada da morte na Bolívia.

- IDA e VOLTA de Cusco a Hidroelétrica: encontramos agencias oferecendo este translado por 70 a 80 soles.

- IDA de Aguas Calientes até a entrada do Machu Picchu: o ônibus custa U$12 o trecho, e podes pegar só de ida ou ida + volta.

- VOLTA para Aguas Calientes: mais U$12 caso não queira descer a pé.

MÉDIA TOTAL: U$46 dólares ou 155 soles (considerando cambio a 3,36). 

Caminho para Aguas Calientes partindo da Hidroelétrica.

DIFÍCIL

Por fim, a opção mais barata é para os aventureiros, pois envolve muita caminhada. São nada mais, nada menos que 28 km partindo do KM 82, ou Piscacucho, que é onde se inicia a trilha inca, até o KM 110, aonde chegas a Aguas Calientes. Como recompensa, tens o visual de toda a natureza envolvida, visto que os trilhos seguem pelo vale entre as montanhas, além de beiras o rio.

- IDA de Cusco a Piscacucho: deves pegar uma van ou ônibus até Urubamba e de lá outra van que faz o coletivo até Pisca. Vai sair em torno de 10 a 12 soles todo o translado.

- IDA de Piscacucho a Aguas Calientes: não é a toa que este é o modo hard, então vamos caminhar 28 km sem preguiça.

- VOLTA para Cusco: é todo o mesmo itinerário da ida, caminhar os 28 km novamente, e pegar os coletivos até Cusco.

MÉDIA TOTAL: U$6,5 dólares ou 22 soles (considerando cambio a 3,36).

Um dos tuneis no caminho de volta.

Bom, lembrando que estes custos são apenas os traslados de Cusco a Machu Picchu, ainda há o da entrada de 142 soles (somente MP) e 152, que inclui o Huyana Picchu, e os custos extras de hospedagem, alimentação, happy hour. Vale lembrar, que estudante tem direito a descontos, portanto, não esqueça sua carteirinha internacional.

 

Nós fizemos algo diferente! Quer saber como foi nossa ida ao Machu Picchu, e quanto gastamos? Não perca o próximo post.

  • Compartilhe este post:
  • Facebook
  • Google
  • Twitter